Notícias

Escola Pluricultural Odé kayodê é parceira no “Grito do Cerrado 2018”

 41755233_2174911476101359_1363067403927289856_o41669917_2174911409434699_1922582706361729024_o41684344_2174913169434523_5642413555979386880_o

Evento valoriza os povos tradicionais do cerrado goiano, a agricultura camponesa e as experiências agroecológicas da região. 

A Escola Pluricultural Odé kayodê, da Vila Esperança, foi parceira na realização da quinta edição do encontro “O Grito e a resistência no Cerrado: sabores, saberes e fazeres dos povos deste chão”. Crianças e adultos da EPOk fizeram a abertura do evento com a apresentação do Bloco de Percussão Batalurê, na manhã do dia 13 de setembro. Na parte da tarde Caiuri, Cauane, Gabriela, Inaiá e Renato foram premiados no concurso de redação promovido pelo evento, com textos publicados em um livro. A noite, no Teatro São Joaquim, Caurê e Maria Eduarda representaram a Escola Pluricultural Odé Kayodê que recebeu um certificado de agradecimento pela parceria na realização da V Edição do Grito do Cerrado.

WhatsApp Image 2018-09-13 at 15.31.35WhatsApp Image 2018-09-13 at 15.31.41WhatsApp Image 2018-09-13 at 22.29.20WhatsApp Image 2018-09-13 at 20.40.18

Quinta edição do  “Grito e a resistência no Cerrado: sabores, saberes e fazeres dos povos deste chão”.
O encontro tem objetivo de promover a valorização pessoal e coletiva dos povos tradicionais do cerrado goiano, seus saberes e fazeres, e proporcionar o intercâmbio entre as várias comunidades da cidade e do campo, além de envolver estudantes da rede pública e particular, e oferecer acesso à informação sobre a melhoria alimentar e as práticas populares de saúde. Esse encontro também apresenta os resultados da agricultura camponesa, inclusive das experiências agroecológicas na região. O grito do Cerrado é uma realização da Diocese de Goiás, através das Pastorais da Terra e da Saúde e dezenas de outros parceiros, apoio das escolas da cidade, movimentos sociais do campo, entidades da sociedade civil e instituições de ensino superior. Fonte: www.diocesedegoias.org.br

Escola na Roça
A prática da agroecologia é constante na Vila Esperança. Semanalmente crianças da EPOK participam de atividades do campo na Parcela Caminho das Águas (PA Novo Horizonte) administrada pelo Espaço Cultural Vila Esperança. Esta também é uma área de atuação para professores e estudantes do curso de Agroecologia do IFG câmpus cidade de Goiás, importante parceiro da Vila Esperança.

41471194_2174810796111427_5591360374948495360_o

Comments are closed.

Powered by: Wordpress