Escola Pluricultural Odé Kayodê

A Escola Pluricultural Odé Kayodê era uma semente que começou a germinar em 1995, no terreno fértil e criador de sonhos do Espaço Cultural Vila Esperança, situado entre montes de pedras e um rio. A Vila Esperança foi fundada em 1991, com o objetivo de trabalhar arte, cultura e educação nos meios populares. Trabalhávamos alfabetização, arte, cultura, cidadania e ludicidade com turmas de seis anos, de três escolas públicas do município de Goiás, como atividades complementares, quinzenalmente. No ano seguinte, através da Escola Estadual Dom Abel, iniciamos uma parceria que foi se ramificando e chegamos a atender até três turmas dessa escola. Continuamos assim por quase dez anos, como um galho, uma extensão da rede estadual e municipal, com pouca autonomia de atuação. Em 2004, a Escola Pluricultural Odé Kayodê brotou como instituição autorizada e reconhecida pelo MEC e, em 2005, começou a funcionar de forma particular, com característica comunitária, portanto gratuita. Desde então, o enraizamento da proposta pluricultural pôde se aprofundar, nutrida, a princípio, pela intuição de que a formação da identidade e da autoestima da criança antecede todas as outras aprendizagens cognitivas, emocionais e sociais. Na Vila Esperança, o trabalho com a história e a cultura pela perspectiva do multiculturalismo já se iniciara com a associação, bem antes das alterações introduzidas na LDB pelas leis 10639/2003, que inclui no currículo oficial a obrigatoriedade da “História e Cultura Afro-Brasileira e Africana” no Ensino Fundamental e Médio, e 11645/2008, que amplia a obrigatoriedade, acrescentando a temática “História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena”. A proposta pluricultural surge, portanto, mais do que de uma preocupação conceitual, como um compromisso ético-político, que é também com a história deste território e o povo que o criou. Estamos em uma cidade que foi construída em cima de terras indígenas com mão de obra negra escravizada, e os jovens negros continuam a ser dizimados. Por isso fazemos esta escola. Fonte: “Educação multicultural: nos caminhos de uma Pedagogia da Festa”.

A escola, desde sua fundação, vem pesquisando e buscando compreender, em seu trabalho cotidiano de educação, como a cultura pode, de fato, simultaneamente positivar a diferença, as identidades e transformar relações sociais, principalmente aquelas desiguais e opressoras. O terreno do diálogo aberto à diversidade de referências culturais e o comprometimento com a educação que transforma e luta contra as diversas formas de racismo, preconceito e desigualdade têm feito florescer a Odé Kayodê. Fonte: “Educação multicultural: nos caminhos de uma Pedagogia da Festa”.

A Odé Kayodê vem polinizando sua experiência de educação pluricultural e pode colaborar de maneira transformadora para uma sociedade criativa e diversa, começando por suas crianças, adolescentes, jovens, educadores/as e comunidade. Uma sociedade criativa, que busca e encontra soluções, cria saídas e é capaz de construir escadas e pontes. Fonte: “Educação multicultural: nos caminhos de uma Pedagogia da Festa”.

2016 – Escola Pluricultural Odé Kayodê recebe o reconhecimento de Escola Transformadora e passa a integrar uma rede de 21 escolas no Brasil e 300 no mundo

2019 – Escola Pluricultural Odé Kayodê é reconhecida como Escola Criativa e instituição polinizadora de projetos inovadores e práticas educativas transformadoras, outorgado pela Rede Internacional de Escolas Criativas RIEC pela Universidade de Barcelona – Espanha

2020 – Escola Pluricultural Odé Kayodê integra o programa Escolas2030 de pesquisa-ação que busca criar novos parâmetros para a avaliação da aprendizagem com base na prática da educação integral e transformadora, com vistas a garantir o Objetivo do Desenvolvimento Sustentável 4 (ODS 4), sobre Educação de Qualidade.

Powered by: Wordpress